Início do outono mantém as características do final do verão: pouca possibilidade de chuva e tempo mais seco.

Veja como será o clima em Minas Gerais no outono, que começou no domingo, 20 de março.

O outono deve apresentar uma queda no registro de chuvas em Minas Gerais e um tempo mais seco em todo o estado. As manhãs podem ser marcadas por sensações mais intensas de frio até o início do inverno, em 21 de junho.

De acordo com os meteorologistas, normalmente, neste período do ano, há uma redução significativa no volume de chuvas em Minas Gerais, sendo uma das características comum no outono o tempo mais seco, com destaque para o semiárido – norte do estado.

Até o momento, o mês de março foi completamente diferente dos outros meses do período chuvoso, as chuvas ficaram bem abaixo do esperado, sem volume significativo.

Houve grande precipitação pluvial, nos meses de janeiro e fevereiro, causando transtornos a um percentual significativo da população, com alagamentos, enchentes, movimentos anormais do solo encharcado, consequentemente, tragédias, não só nas áreas ribeirinhas, como também em muitas cidades do nosso estado e do Brasil. Ainda pode ocorrer eventos de chuvas, mas o mês de março está bem diferente dos demais meses do período chuvoso.

É comum observar um ligeiro declínio nas temperaturas médias, principalmente no extremo sul mineiro – Serra da Mantiqueira. Em Belo Horizonte é esperado que as temperaturas fiquem acima da média histórica e quanto às chuvas, abaixo da média. Entretanto há quem prevê um outono frio, antecipando as temperaturas do inverno.

O outono é uma estação mais seca, já que marca o fim da estação chuvosa (verão), dando início a um período de seca (inverno). Entretanto, até meados de abril pode haver algumas pancadas de chuva, diminuindo gradativamente. Do mês de maio até o início da primavera (setembro) estaremos, realmente, no período seco, com praticamente nenhuma chuva prevista.

A tendência, neste período, é de redução das chuvas e a variação das temperaturas é maior. As temperaturas mínimas são mais baixas e as máximas, também, ressaltando que a diferença entre elas é mais acentuada do que nas outras estações. A previsão é de que, no mês de maio, as massas de ar frio comecem a aparecer, suficientes para diminuir a temperatura em todo o estado.